7 de dezembro de 2012

RESENHA: SEM DEIXAR RASTROS - HARLAN COBEN (ED. ARQUEIRO)


Bom dia, pessoal!

Estou super empolgada para falar de SEM DEIXAR RASTROS do HARLAN COBEN, lançamento da editora ARQUEIRO. Quem acompanha o blog sabe o quanto eu gosto do autor e quanto elogio seus livros, mas o começo de SEM DEIXAR RASTROS fez com que eu tivesse uma sensação completamente diferente e me sentisse perdida em relação ao que dizer para vocês.

Após ler umas 50, 60 páginas, estava pronta para fazer uma critica negativa sobre ele e dizer que COBEN, pela primeira vez, havia me decepcionado. Eu tentava encontrar palavras para saber como falaria para vocês que um autor que tanto me fascina havia me deixado bastante triste quanto a seu livro.

A minha decepção veio do fato de Myron ter voltado às quadras. Sim, SEM DEIXAR RASTROS é com Bolitar como protagonista. Como muitos devem saber, ele é um ex-jogador de basquete, que teve um problema no joelho, e nunca mais voltou às quadras, passando então a agenciar atletas. Sempre gostei das histórias com o Myron, mas quando ele voltou para o basquete, o livro ficou por muitas páginas descrevendo o cenário do jogo, jogadas, jogadores, etc. Ok, Bolitar estava no time para procurar por Greg Downing, seu ex-rival da época em que Myron ainda era jogador, mas o livro começou a falar muito sobre basquete e eu me irritei.

Claro que não abandonei o livro por isso, mas segui com a leitura com o pé atrás, e foi aí que tive uma bela surpresa. Depois da enrolação do basquete, a história se desenvolve de forma perfeita! Ganha o ritmo que pertence a COBEN e os traços tão característicos de suas narrativas. Os outros personagens começam a aparecer mais, e a situação de desaparecimento de Greg e os motivos ganham mais destaque, ficando o basquete em segundo plano (amém).

Nesse percurso Myron vai descobrindo que Greg tem muitos motivos para fugir e que esconde muitos segredos das pessoas que o cercam. Como se não bastasse ele estar passando por um processo para ficar com a guarda de seus filhos, Bolitar encontra em sua casa vestígios de sangue e logo após uma mulher morta, isso significa que Greg está bastante encrencado e que os segredos e motivos de seu sumiço podem ficar ainda maiores.

Nessa hora a história se acelera totalmente e fatos e mais fatos vão vindo à tona. Uma coisa muito interessante, é que apesar disso tudo, COBEN não deixa para trás a vida pessoal de Myron, e a cada pouquinho nos vai revelando coisas sobre o passado e os pensamentos da personagem.

Outro ponto que gostei muito em SEM DEIXAR RASTROS, foi da participação de Win. Geralmente o personagem aparece nas histórias quando Myron está com algum problema, ou para descobrir coisas para Bolitar, dessa vez Win marca presença constante e está muito mais envolvido na investigação.

Eu amei SEM DEIXAR RASTROS porque o livro me fez sentir um misto de sensações. A princípio eu senti decepção e até tristeza, mas depois COBEN deu uma reviravolta tão grande na história, me deixou tão entusiasmada, que praticamente engoli o livro em poucas horas, e isso faz com que eu seja obrigada a dizer que de todos os livros lançados da série MYRON BOLITAR, com toda certeza SEM DEIXAR RASTROS é o melhor deles


FICHA DO LIVRO





SEM DEIXAR RASTROS
HARLAN COBEN
Editora: ARQUEIRO
Ano: 2012                   
Nº págs: 271
Gênero: Policial, Suspense



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.

Postar um comentário