4 de abril de 2011

RESENHA: UM CONTO DE NATAL - Dickens (L&PM)

Bom dia galera.

Adoro começar segunda-feira com resenha.
Escolhi começar essa semana com a resenha de um livro que eu adoro e já perdi as contas de quantas vezes li: UM CONTO DE NATAL do Dickens.

Acho que todo mundo conhece a história, pois existem diversas adaptações sobre ela, mas falo sobre elas no final.

UM CONTO DE NATAL é a história do rabugento e avarento Scrooge. Scrooge tem um escritório em Londres e só pensa em trabalhar para guardar dinheiro, ele não gasta, apenas poupa, vive em função de sua ganância.

 

Às vésperas do natal, seu funcionário Bob Cratchit, tem a esperança de não trabalhar no dia 25 de dezembro, mas Scrooge não permite. Ele odeia o natal e não vê motivo para comemorações, muito menos para folga no trabalho. Bob é um rapaz pobre e pai de quatro filhos, sendo que um deles sofre de paralisia, mas, apesar das tristezas que a vida lhe deu, Bob é feliz e adora o natal.

Nesse dia, após o expediente, quando Scrooge volta para casa, ele encontra o espírito do seu ex-sócio Jacob Marley. Marley havia sido um homem tão mau e avaro quanto Scrooge, e resolve visitar o amigo a fim de salvar sua alma, pois o espírito dele ainda não conseguiu descansar em paz por ter levado tanta amargura e ruindade para o túmulo. Jacob avisa ao velho Scrooge que ele receberá a visita de três espíritos, e que eles lhe mostrarão o passado, presente e futuro, e após essas visitas o sócio deverá aprender a ser mais generoso.

Scrooge fica assustado e acredita ter sonhado tudo isso, mas algumas horas depois ele recebe a visita do primeiro espírito: O Espírito do Natal Passado, o leva a uma viagem por seu passado, quando Scrooge era jovem e feliz e adorava o natal. As tristes lembranças causam mal estar e amargura no rabugento que afugenta o espírito.

O segundo espírito, o Natal Presente, leva o avaro a um passeio pela cidade, mostrando as várias comemorações que estão acontecendo e tudo que Scrooge está perdendo. Nesse passeio o espírito se mostra sob duas faces, a da ignorância e a da miséria, e avisa para que os homens tenham cuidado com elas.

O terceiro espírito é o Natal do Futuro, ele faz com que Scrooge veja o triste fim que o aguarda se continuar sendo como é. Assustado, o velho decide que tem que mudar. Ao acordar é outro homem. A generosidade passa a fazer parte de sua vida.

UM CONTO DE NATAL não é uma história exclusiva sobre o espírito natalino, mas sim uma história de redenção humana. Dickens expõe as mais feias características humanas em Scrooge, mas deixa claro que mesmo o pior ser humano consegue fazer brotar a bondade em seu coração.

Interessante é saber que Dickens escreveu UM CONTO DE NATAL como forma de criticar a Inglaterra. Na época de Dickens, a Inglaterra era a maior potência capitalista do mundo, o que contribuiu para o surgimento de miseráveis em Londres. Para os ingleses a avareza não era pecado e a solidariedade não fazia parte da vida dos mais abastados, era comum ver Scrooges espalhados por toda a Inglaterra. Além disso, esses ricos tinham o pensamento que Deus os protegeriam, pois eram eleitos do Senhor, daí a intenção de Dickens em usar espíritos para compor sua história, assim estaria mostrando que Deus espera boas ações de todos.

UM CONTO DE NATAL teve diversas adaptações no cinema, teatro, musicais, desenhos e até quadrinhos. Provavelmente, o mais famoso Scrooge seja o Tio Patinhas (em inglês: Uncle Scrooge ou Scrooge McDuck), que apesar de viver com os sobrinhos e ter amigos, nunca escondeu sua avareza. A última adaptação feita baseada na obra de Dickens foi OS FANTASMAS DE SCROOGE, lançado em 2009 pela Disney e com Jim Carrey em, praticamente, todos os papéis do filme.

Comente com o Facebook:

9 comentários:

  1. Nunca li o livro mas, como vc falou, tem vários filmes que são baseados ou inspirados nessa história.

    A ultima que eu me lembro não é sobre o Natal mas é praticamente a mesma história.
    Se chama "Minhas adoráveis ex-namoradas".

    TEH MAIS

    http://www.adorocinema.com/filmes/minhas-adoraveis-ex-namoradas/

    ResponderExcluir
  2. É mto fofo esse conto! Quem não leu, com certeza já viu em filme ou animação! Recomendo!
    Bjos
    http://introducingyouabook.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro essa história!
    Adoro também o desenho da Disney.

    ResponderExcluir
  4. Não li esse livro, mas já ouvi falar muito dessa história, e sua resenha ficou tão emocionante, que espero um dia poder conferir de perto essa obra.

    Beijokas elis!!!!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tem selinho para você no blog. (http://conformealetra.blogspot.com/2011/04/o-primeiro-selinho-gente-nunca-esquece.html)
    Até mais ;)

    ResponderExcluir
  6. Ain, natal *-* UASHAUHSUA adorei a resenha, muito boa. Não tinha visto sobre esse livro ainda, gostei bastante.

    Beijos, Vanessa.
    This Adorable Thing

    ResponderExcluir
  7. Já tinha ouvido falar do Dickens, mas nunca li nada dele.
    Mas já assisti Os Fantasmas de Scrooge, não estou completamente por fora do assunto :P

    Beijos!
    http://letraslivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. CHARLES DICKENS É O AMOR DA MINHA VIDAAAAAA!!!! Amo todos os livros dele, amo a forma como ele expos na literatura todos os podres da sociedade, coisas q ele mesmo sofreu
    AMO ESSE CARA *o*

    Bjocas

    ResponderExcluir
  9. !!!! Amo todos os livros dele, adoro a forma como ele expos na literatura todos os podres da sociedade, coisas q ele mesmo sofreu


    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.