20 de abril de 2011

RESENHA: JULIETA - Anne Fortier (Ed. Sextante)


Boa tarde queridos.


Apresento para vocês a resenha de um livro fantástico que li. Confesso que é um livro um pouco complicado de resenhar, pois além de ter muitas informações, fica sempre o receio de contar alguma coisa que não deveria.  



O livro é JULIETA, de Anne Fortier. Ao olhar para a capa e o título logo sabemos, ou achamos que sabemos, sobre o que o livro vai falar. Sem dúvida, todos conhecem a história de Romeu e Julieta. Shakespeare imortalizou o amor dos jovens, mas Anne Fortier foi além, ela desvendou a verdade por trás do romance mais conhecido da literatura. E a descoberta é que a maior das histórias de amor não é uma mera ficção literária, mas sim uma história real que aconteceu em Siena no ano de 1340. Uma história real de confrontos familiares, busca pelo poder, amor, morte, vingança e maldição. 




JULIETA é uma mistura de romance histórico (que desvenda todo o mistério por trás das figuras de Romeu e Julieta) e ficção. A história que conhecemos pelas mãos de Shakespeare é apenas uma das tantas versões que atravessaram os séculos. Fortier foi a fundo numa pesquisa histórica para revelar a verdade por trás do maior e mais famoso romance, brindando o leitor com uma narrativa incrível e cheia de informações. 


Julia Jacobs é uma doce mulher. Leciona para crianças as histórias do Bardo e desde sua infância tem uma profunda ligação com o romance shakespeariano ROMEU & JULIETA. Julia é calma, romântica, sonhadora e recatada, nunca teve um romance e sonha com seu príncipe.

Janice Jacobs é sua irmã. Completamente diferente de Julia, ela é ativa, engraçada, atrevida e sem pudor. Tem um humor ácido e provocante, e o usa para provocar Julia. Duas irmãs completamente diferentes, mas com alguma coisa em comum: são gêmeas.

Quando tinham 3 anos a família das meninas morreu. Órfãs, foram levadas da Itália para os Estados Unidos por sua tia-avó Rose. Rose sempre fora amorosa e criara as meninas como filhas, porém, omitindo tudo que se relacionava com o passado, com a Itália e com a família delas.

Sem ninguém no mundo, elas viam na figura da tia e do mordomo Umberto a única família. Umberto é a figura masculina que as meninas veem como pai. No entanto, o jeito impetuoso de Janice faz com que a relação deles seja fria e distante, enquanto que com Julia seja cheia de afeto e conselhos.

Com a morte de Rose Julia sente-se perdida. A tia deixara a casa e todo o dinheiro para Janice. Julia fica magoada, afinal, ela sempre havia sido a gêmea boa, qual a razão da tia Rose fazer isso? É quando Umberto lhe entrega uma carta de tia Rose. Na carta, a explicação: sua mãe havia deixado um tesouro para ela, um tesouro na Itália e Janice não deveria saber, por isso ela havia deixado os bens para Janice, para que as coisas ficassem em igualdade entre as irmãs. Junto com a carta, uma passagem para Itália e uma revelação: seu verdadeiro nome era Giulieta Tolomei. Intrigada com a revelação e sem nada a perder, Julia decide partir para Itália em busca de seu tesouro, sua identidade, e a verdade sobre seu passado.

Na Itália Julia conhece Eva Maria Salimbeni, uma mulher fina e elegante que prontamente a ajuda. Ao saber o verdadeiro nome de Julia, ela diz que sabe muito sobre os Tolomei, inclusive que ela, Julia, descende de outra Giulieta Tolomei, a Giulieta que viveu a tragédia contada por Shakespeare.

Sem acreditar nas revelações de Eva, Julia resolve procurar mais informações sobre seu passado. É quando encontra uma caixa que sua mãe lhe havia deixado. Na caixa, muitos papéis velhos, o diário do pintor italiano Maestro Ambrogio e uma edição antiga de Romeu e Julieta de Shakespeare.

Na leitura do diário, Julia se depara com uma verdade: Sim, ela era descendente da Julieta shakespeariana. E mais que isso, não era uma obra de ficção, a história de amor entre os dois jovens havia de fato acontecido, mas em Siena, não em Verona. Os Montechios e Capuletos não existiram, eles eram os Tolomei e os Salimbeni, e Romeu, era um Marescotti. A tragédia que envolveu o amor dos dois jovens foi muito maior do que o romance escrito pelo Bardo.

No diário de Ambrogio, Julia descobre que os Tolomei e os Salimbeni não foram apenas famílias rivais em busca de poder, e sim famílias amaldiçoadas pela morte do jovem Romeo Marescotti. Agora Julia tem que descobrir a verdade por trás desse triângulo familiar do passado e os mistérios que cercam sua vida no presente.

O passado a levará ao encontro de um secreto e valioso tesouro, enquanto o presente a colocará diante de um amor: Alessandro Salimbeni, mas poderia uma Tolomei e um Salimbeni se unir par quebrar a maldição que durante séculos levou as duas famílias à morte?

JULIETA nos leva uma volta ao passado, mais precisamente ao ano de 1340, para que conheçamos a verdadeira história imortalizada na literatura mundial. Shakespeare não a contou como realmente acontecera, mas Anne Fortier brinda o leitor com páginas e mais páginas de História, informações e curiosidades que revelam novas passagens de um romance tão conhecido. Mais que isso, Fortier transforma o livro em uma verdadeira caçada por identidade e tesouro; com uma mistura surpreendente de passado e presente, a autora nos instiga a procurar as relações desses dois tempos para que façamos conjecturas acerca da narrativa, e o melhor de tudo é que as revelações nunca são o que pensamos e nem todos são quem parecem ser, mas todos querem alguma coisa.

JULIETA é um romance doce, mas com aquele toque especial de pimenta, que faz com que a narrativa tenha uma energia deliciosa e nos conquiste do começo ao fim. Diria, portanto, que não é apenas um romance histórico, mas um maravilhoso romance histórico policial que TEM que ser lido por todos.


FICHA DO LIVRO


JULIETA
ANNE FORTIER 
Editora: SEXTANTE

Ano: 2011                    

Nº págs: 445
Gênero: Romance Histórico

Cortesia da editora para resenha.






Comente com o Facebook:

28 comentários:

  1. Tenho vontade de ler esse livro, parece ser muito bom. Sem falar que a capa é linda :)
    Beeeijos

    Marina - http://distribuindosonhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha.
    vou procurar este livro.
    Beijos
    ..........................
    www.rimasdopreto.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Mari, gostaria de parabenizá-la pela resenha, entretanto não concordo em um ponto: quando você diz que Fortier conta a "verdadeira história" sobre Romeu & Julieta. Pois bem, na verdade, a escritora utiliza alguns elementos reais incorporados à narrativa; além do mais, não há como saber se existiu uma peleja que tivesse terminado do modo como conhecemos a história dos "eternos enamorados", assim, o que podemos dizer com um pouco mais de certeza é que durante a Idade Média a disputa entre famílias era algo comum e que, portanto, Shakespeare poderia ter se baseado em algum caso que tenha chegado ao seu conhecimento para compor os personagens de sua tragédia, o que, é claro, não o coloca como pioneiro nesta questão, pois, antes dele, Fernando de Rojas (pelo menos está atribuído a ele) teria escrito uma história semelhante, atualmente conhecida como La Celestina, mas que anteriormente teve chegou a ser chamada de: Comedia de Calisto y Melibea e depois Tragicomédia de Calisto e Melibea. Enfim, gosto muito de falar e, neste caso, escrever sobre literatura e confesso fiquei muito feliz ao saber que algum dos meus amigos do Skoob leu esse livro, o que me permitiu fazer essas considerações.
    Beijocas ;)
    http://conformealetra.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela resenha Mari! Estou ansiosa para ler Julieta. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha Mari
    Nossa, eu não fazia idéia que o livro era desse jeito.
    Nunca me interessei por ele por causa da capa e o nome, mas a história parece ser mais legal do que pensei.

    Thiago
    http://outroconceito.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Adorei a reseha!
    TInha ouvido falar desse livro antes, e já estava com vontade de ler, depois de ler a resenha essa vontade só aumentou.
    Adoro romances históricos, e fiquei surpresa em saber que a história de Romeu e Julieta é baseada em fatos reais.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse livro já tá aqui em casa e na minha lista dos próximos livros que lerei!
    Estou muito afim de ler o livro... me encantei pela história e pela capa!!!
    Deve ser mto bom! *-*

    Beijos
    Ale
    http://introducingyouabook.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da resenha, e sendo um romance histórico policial, com certeza vou querer ler, e o que é essa capa, muito linda....beijokas elis!!!!!

    ResponderExcluir
  9. Romeu e Julieta meu clássico prefiro apesar de épico e indomável é o que mais me seduz por sua singularidade e descrição adorei o blog

    ResponderExcluir
  10. Esse romance deve ser lindo de ler. Mesmo que seja um romance parecido com o de Romeu e Julieta só por lembrar me faz delirar. Otimo blog, beijos

    ResponderExcluir
  11. Estou doida atrás desselivro faz um bom tempo!
    Achei na história tudo o q eu gosto de ler, parece ser aquele livro q te prende!!

    Parabéns pela resenha,ótima!!

    bjoos

    kastmaker.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Parece ser bem interessante! Gostei da resenha!
    Parabens! :D

    ResponderExcluir
  13. Louca para ler, desde que li a resnha de outros blogs, ahh parabens pela resenha

    ResponderExcluir
  14. Estou ansioso para ganhar este livro e para devorá-lo.

    ResponderExcluir
  15. Confesso que não dei nada pra capa desse livro, e nem pro começo da sua resenha, mas conforme fui lendo meu interesse surgiu e cresceu bastante até o final da leitura, gostei da ideia desse livro, de contar além da história conhecida por todos. Parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  16. quero muuito ler esse livro, já tinha até lido outras resenhas *-*

    ResponderExcluir
  17. Aii, minha amiga leu e falou que é maravilhoso o livro !
    Quero muito ler agora *--*

    ResponderExcluir
  18. Quero muito ler esse livro, parece ser o máximo!
    Parabéns pela resenha :D

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. P falar a verdade n tinha interece no livro, mas depois dessa resenha deu vontade de ler.

    ResponderExcluir
  21. Quero ler logo, deve ser muito bom!

    ResponderExcluir
  22. Nosssa quando li essa resnha fiquei commais vontada de ler o livro... ele para ser muito bom e pelo que voce escreveu uma historia fascinante!

    ResponderExcluir
  23. Ouvi ótimas criticas sobre este livro e estou louco para ler

    ResponderExcluir
  24. O livro parece ser muito bom.
    louca para ler.

    ResponderExcluir
  25. Uau! Adorei a resenha, fiquei ainda mais anciosa para ler esse livro.
    Fantástico!

    ResponderExcluir
  26. Louca para ler.
    Sou apaixonada pela história de Romeu e Julieta.
    Amei seu blog.
    Sua resenha me deixou com mais vontade ainda de querer ler.
    beijos.

    ResponderExcluir
  27. Louca para ler, desde que li a resnha de outros blogs, e a sua está de parabens também ótima resenha ;)

    @angelKiller_

    ResponderExcluir
  28. Esta capa é simplesmente maravilhosa, chega a ser hipnotisante!!
    Não sabia praticamente nada sobre a história do livro e não imaginava que ele continha uma história tão interessante e pelo que pude perceber intensa!
    Ainda prefiro os sobrenomes como Montechios e Capuletos, não sei acho tão nobres ;D
    Parabéns pela resenha, está bem completa, agora fiquei com muito mais vontade de ler este livro x)
    Bjs ~~~~

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.