30 de novembro de 2014

RESENHA: NA COMPANHIA DAS ESTRELAS - Peter Heller (Ed. Novo Conceito)



Olha eu aqui de novo...

Vamos para mais uma resenha da NOVO CONCEITO que está pronta aqui há um tempão, setembro de 2013. Agora vou falar sobre NA COMPANHIA DAS ESTRELAS do PETER HELLER.

Na Companhia das EstrelasNA COMPANHIA DAS ESTRELAS
PETER HELLER
Editora: NOVO CONCEITO              
Ano: 2013                  
Nº págs: 288
Gênero: Drama

SINOPSE: Em um mundo devastado pela doença, Hig conseguiu escapar à gripe que matou todo mundo que ele conhecia. Sua esposa e seus amigos estão mortos, e ele sobrevive no hangar de um pequeno aeroporto abandonado com seu cachorro, Jasper, e um único vizinho, que odeia a humanidade, ou o que restou dela. Mas Hig não perde as esperanças. Enquanto sobrevoa a cidade em um avião dos anos 1950, ele sonha com a vida que poderia ter vivido não fosse pela fatalidade que dizimou todos que amava. Hig é um guerreiro sonhador. E tem uma imensa vontade de gente, apesar da desilusão que se abateu sobre ele. Por isso é capaz de arriscar todo seu futuro quando, um dia, o rádio de seu avião capta uma mensagem... Voe com Hig e Jasper e se encante ao descobrir que um mundo melhor pode estar em cada um de nós.

Faz um tempão que o livro está aqui em casa, e como esse mês estou passando por uma fase distópica, decidi que era hora de lê-lo. E foi aí que começaram os “poréns”. NA COMPANHIA DAS ESTRELAS não é uma distopia. Sim, é um livro que fala sobre um vírus mortal que varreu boa parte da humanidade e que a pouca população sobrevivente tem uma doença de sangue os rondando, doença essa que é contagiosa, mas que não se sabe como se dá o contágio.

Hig é o personagem que nos conta a história do que aconteceu com o mundo e de como ficou sua vida. Sua única companhia é seu fiel cão e ele tem um “amigo”, um velhinho que por muitas vezes é irritante e mal humorado.

Agora minha chatice entra em ação: não gostei do livro L Pelos pontos apresentados, achei que seria muito fodão e tal, mas a verdade é que Hig é demasiado melancólico e nostálgico. São páginas e mais páginas relembrando de sua esposa, de dias de pescaria, de dias normais. Claro que gostamos de saber como a vida do personagem era antes da devastação, mas, para mim, foi demais, pois ficava parecendo que jamais teria alguma ação, afinal, Hig só fazia lembrar, lembrar, lembrar.

Esperei uma história diferente e um personagem extremamente oposto do que foi apresentado. Acho que essa coisa de gerar expectativas tão elevadas vem matando minha boa vontade com alguns livros, e aí, acabo não gostando deles.

Mas uma coisa eu gostei muito em NA COMPANHIA DAS ESTRELAS.  A forma de narrar. O autor conta a história de forma totalmente diferente. Não temos travessões para indicar diálogos, nem aspas para mostrar os pensamentos. No começo as coisas ficam confusas e vai surgindo um emaranhado de informações, mas rapidamente passamos a compreender a “divisão” da narrativa. Essa singularidade foi o ponto que me agradou no livro. Se Hig fosse mais animado e menos melancólico, certeza que teria adorado o livro.



  

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Mari, quando comecei a ler a sinopse desse livro agora, me lembrou muito Eu Sou a Lenda, e fiquei surpresa, porque imaginava que era uma coisa totalmente diferente. Mas que pena que os personagens não são legais, o excesso de qualquer coisa acaba deixando a história chata. A vontade de ler que apareceu quando comparei a Eu Sou a Lenda passou rapidinho ao saber mais da história, não devo ler.

    Beijos,
    Adri
    Stolen Nights

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Tinha muita vontade de conhecer esta história, pois parecia ser um livro encantador, mas agora, acho que não quero mais ler não!

    ResponderExcluir
  4. Tenho uma certa vontade de ler esse livro, Mari. E mesmo com seus comentários penso em dar uma chance, acho que é um pouco meu tipo. Ótima resenha.

    Abraço!
    http://constantesevariaveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.