5 de fevereiro de 2016

RESENHA: O LIVRO SECRETO - Grégory Samak (Ed. Intrínseca)



Oi, gente!

Hoje vou falar sobre um livro que tinha grande expectativa, mas que foi apenas morno: O LIVRO SECRETO do GRÉGORY SAMAK, lançado pela INTRÍNSECA.

O Livro SecretoO LIVRO SECRETO
GRÉGORY SAMAK
Editora: INTRÍNSECA              
Ano: 2015
Nº págs: 176
Gênero: Drama

SINOPSE: Ao fim da vida, Elias Ein decide se mudar para uma cidade isolada na Áustria, em busca de tranquilidade para aproveitar sua aposentadoria. Um tempo depois de se instalar em sua nova casa, ele descobre uma escada escondida que dá acesso a uma vasta biblioteca com obras incríveis. E entre elas, Elias descobre algo maravilhoso: o Grande Livro da Vida, uma obra sagrada em que Deus escreveu sobre o destino de cada ser humano.As citações extraordinárias do livro secreto possibilitam interferir no curso da história. Fascinado pelo poder da obra, Elias, que testemunhou a ascensão do nazismo ao poder e perdeu familiares durante o Holocausto, decide usá-la para mudar o destino. Ele vai tentar salvar aqueles que ama, mas, sabe que, acima de tudo, é o destino de todo um povo que está em jogo. Com um segredo em mãos e muitas decisões a tomar, Elias vai viver uma aventura que o levará mais longe do que podia imaginar. Uma história atemporal, cativante e sensível, que mistura elementos fantásticos e fatos históricos, O Livro Secreto fala sobre amizade e coragem, ódio e covardia.

Por causa da sinopse fiquei muito atraída pelo livro e pensei imediatamente em algo como A SOMBRA DO VENTO, e foi com essa expectativa que fiz a leitura, e exatamente por isso que fiquei frustrada. Acredito que não devemos nunca ler um livro comparando-o com outro, mas às vezes é impossível, e essa foi uma das vezes que não consegui me distanciar do que imaginei.

O LIVRO SECRETO tem uma boa e bonita história, mas é só isso, não é incrível, não é dilacerante, emocionante ou do tipo que nos leva as lágrimas. O protagonista muitas vezes até me entediou e o enredo por vezes foi conciso em momentos que mereciam mais desenvolvimento. Mas fiquei bem chateada com o quanto de “religiosidade” que encontrei. Houve um momento em que por umas 10 páginas seguidas falava-se de Deus, Deus, Deus e sobre o misterioso livro. Aliás, praticamente todas as vezes em que se falou do livro o nome de Deus foi invocado, o que me pareceu um tanto quanto repetitivo e maçante.

Apesar das críticas acima, dei 3 estrelas por causa da abordagem sobre o nazismo, que gostei bastante, e também por causa de Gustav, um personagem incrível que consegue nos emocionar. Não tanto quanto eu gostaria, mas foi o mais próximo que encontrei de provocar algum efeito em mim.


Para quem está super curioso com o livro, vale baixar um pouquinho as expectativas antes de conferir. O LIVRO SECRETO é bom, mas falta muito para ser fantástico.


Comente com o Facebook:

19 comentários:

  1. Mari, lembro que li O Livro Secreto no ano passado e assim como você o que me atraiu foi a sinopse. Eu esperava algo totalmente diferente e que talvez encontrasse um mistério e suspense na história, mas para mim não foi um livro ruim, especialmente por abordar um pouco do nazismo.
    Adorei a resenha!
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Le, acho que fui com muita expectativa, eu realmente esperava por algo grandioso :( Fiquei frustrada, não nego.

      Bjs

      Excluir
  2. Não vi esse livro, ao menos não lembro. Foi lançamento ano passado? Gente, perdi e feio....
    Pela sinopse imaginei que fosse um ótimo livro, leria. Mas a resenha deu um gelo. E falar tanto de um assunto assim pode tornar mesmo a leitura chata. Mas pra entender melhor só vendo mesmo.
    Não sei se leria...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, eu fiquei frustrada, viu, achei que seria bem melhor e bem profundo :(

      Excluir
  3. Mari!
    Pelo tema achei que o livro seria mais interessante.
    Gosto quando se fala sobre nazismo e religiosidade, mas sem imposição e sobrecarga.
    O mote me parece que poderia ser mais bem desenvolvido.
    “Na juventude deve-se acumular o saber. Na velhice fazer uso dele.” (Jean-Jacques Rousseau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rudy, isso mesmo, achei que ia ser melhor desenvolvido, já que o tema era tão favorável. Senti que foi meio apressado no que era bom e que enrolou no que era só repeteco. Fiquei chateada.

      Excluir
  4. É muito ruim quando o livro nos decepciona. Pior é que a sinopse parecia mesmo promissora.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. É muito ruim quando o livro nos decepciona. Pior é que a sinopse parecia mesmo promissora.

    http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parecia mesmo! Tristeza imensa no coração :(

      Excluir
  6. Oi Mari! Eu não sou uma pessoa religiosa e ver este tema inserido nos livros em excesso acaba me deixando bem descontente, ainda mais quando a sinopse promete algo e a trama acaba enveredando por um caminho bem diferente. Bjos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, Cida, foi exatamente assim comigo. Fiquei irritada de tanto ler sobre a vontade de Deus e a Providência... ¬¬ Achei que seria algo mais intenso.

      Excluir
  7. Oi Mari!
    Nunca li esse livro, porém só de ler que se fala excessivamente de Deus e Religiosidade eu não fico muito empolgado para ler. Gosto de livros que retratam sobre nazismo, então tem o pró e o contra, não sei se leio! hahha

    Beijos,
    www.meuexpresso.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, pois é, eu só fui até o final pelo nazismo, do contrário, teria abandonado sem dó :S

      Bjs

      Excluir
  8. Também imsginava outra coisa ao ler a sinopse, mesmo assim a capa não me agrada.

    ResponderExcluir
  9. Adorei a resenha.
    Apesar de não fazer meu gênero, eu leria esse livro sem pensar duas vezes, amei a capa, é simplesmente perfeita, Ouvir muitas criticas tambem, mas ainda assim eu leria esse livro. vou com certeza coloca-lo em leituras futuras.
    Boa noite.

    ResponderExcluir
  10. Não gosto qdo os livros tratam de religiosidade desta forma.
    Eu até procuro evitar quando sei que tem. Isso me desmotivou ao ler sua resenha.
    Pena que o livro foi morno, porque pra mim TB soou muito com Sombra do vento que é um dos meus livros favoritos.
    A sinopse ta bem atrativa.
    A capa tb é bonita.
    Lerei sem expectativas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Bem estou com um pé atrás sobre esse livro, primeiro que trata sobre religião (coisa que evito ler) e segundo que trata sobre o nazismo (que adoro ler), vou esperar um pouco antes de tomar alguma decisão para poder ler.

    ResponderExcluir
  12. Morno? Puxa vida, eu amei esse livro. A criatividade do autor é incrível. A leitura é fluida. Os protagonistas são apaixonantes. Bem, eu nunca leio orelha de livro, contracapa ou resenha antes de qualquer leitura. Jamais faço isso. Compro na intuição, e acerto 90%. Gosto de abrir e começar do zero, surpresa total. Enfim... achei o livro muuuuito legal. A gente talvez precise se abstrair de religião (sou ateísta) e ver a mensagem de esperança, fé (que não precisa ser religiosa, embora o protagonista seja religioso), perseverança. Foi alçado para um dos melhores livros que li.

    ResponderExcluir
  13. Morno? Puxa vida, eu amei esse livro. A criatividade do autor é incrível. A leitura é fluida. Os protagonistas são apaixonantes. Bem, eu nunca leio orelha de livro, contracapa ou resenha antes de qualquer leitura. Jamais faço isso. Compro na intuição, e acerto 90%. Gosto de abrir e começar do zero, surpresa total. Enfim... achei o livro muuuuito legal. A gente talvez precise se abstrair de religião (sou ateísta) e ver a mensagem de esperança, fé (que não precisa ser religiosa, embora o protagonista seja religioso), perseverança. Foi alçado para um dos melhores livros que li.

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.