15 de setembro de 2015

RESENHA: 1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR - Gemma Townley (Ed. Record)



E boa noite de novo, galera!

Estou de volta com mais resenha do GRUPO EDITORIAL RECORD  \o/ E vou continuar falando de chick lit, mas agora de um não tão bom quanto CORRA, ABBY, CORRA, porém bastante engraçado: 1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR da GEMMA TOWNLEY.

1 Milhão de Motivos Para Casar1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR
GEMMA TOWNLEY
Editora: RECORD              
Ano: 2015
Nº págs: 392
Gênero: Chick lit

SINOPSE: Quatro milhões de libras. Para Jessica Wild, este é um valor que ela nunca mesmo, em seus sonhos mais loucos, conseguiria ter. Porém, é mais ou menos o quanto ganha quando sua amiga Grace morre e a deixa como herdeira. O único obstáculo entre Jess e a fortuna é um detalhezinho no testamento: seu nome aparece como Sra. Jessica Milton.  A questão é que... bem... Grace sempre perguntava sobre a vida amorosa de Jess. Ela, por sua vez, descrente no amor e na felicidade conjugal, acabou inventando um namorado — que viria a se tornar seu marido — de mentira. O sortudo foi Anthony Milton, seu chefe. E agora Jess se vê em um beco sem saída: a única maneira de conseguir a herança é se casar com Anthony. Em cinquenta dias. E sem que ele saiba o verdadeiro motivo.  Jessica então terá de usar todas as manobras possíveis para conseguir o sucesso da nova empreitada: o Projeto Casamento.

Se vocês leram a resenha anterior (de CORRA,ABBY, CORRA) devem ter percebido que citei que, para mim, quatro coisas são fundamentais em um chick lit: amor, humor, ritmo e a abordagem de um assunto mais sério. 1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR teve os três primeiros itens, mas pecou por descartar o quarto, e por isso minha nota não foi lá aquelas coisas. Como o Skoob só permite notas inteiras, acabei dando 3 estrelas, mas gostaria mesmo é de ter dado 2,5. Explico as razões:

Sim, o livro é muito engraçado, o romance é uma verdadeira comédia e arranca sorrisos, e o ritmo é excelente, desses que a gente lê de uma só tacada, mas, infelizmente, achei o livro um tanto quanto pobre, pois passa o tempo todo só batendo na mesma tecla, e, além disso, faz uma abordagem muito clichê sobre a protagonista: aquela que é o patinho feio e se transforma em cisne. Claro que é gostoso de acompanhar essas transformações femininas, mas é meio chato quando o livro fica só nisso, e foi esse um dos pecados de 1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR. Digo um dos porque tiveram outros, por exemplo, a previsibilidade de tudo. E ODEIO isso!

Tudo no livro foi bastante previsível... Desde o porquê de a protagonista ter recebido a herança até por quem ela é realmente apaixonada; sem descartar também o verdadeiro herdeiro, que há uma tentativa bem tola de escondê-lo, quando é bastante óbvio quem ele é.

Não foi um livro de todo ruim, pelo contrário, ele foi bastante divertido e serviu com um passatempo delicioso, mas foi só isso. Não teve nada de significativo, nada que prendesse a atenção, nada que aprofundasse em algo mais importante. E senti falta de tudo isso, pois não acredito que chick lit deva ser apenas algo superficial, mas foi como o livro acabou soando para mim.


Recomendo 1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR para quem está com poucos livros na fila ou para quem leu algo muito forte, tenso e intenso e precisa de algo mais leve para dar uma relaxada e uma esquecida. Mas se vocês pensam que esse será o tipo de chick lit a la MARIAN KEYES, que vai trazer à tona algo mais sério, podem esquecer. O livro é só isso mesmo, puro humor.


Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Pelo título, eu achei que seria mais ou menos tudo isso que você comentou na resenha.
    Realmente eu estou precisando de um livro leve e divertido pra ler. Estou numa ressaca literária maldita depois de uns livros com temas bem pesado.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  2. Pelo visto, este é um desses livros levinhos, que devemos ler sem esperar muito, só para passar o tempo mesmo.
    A autora deveria ter sido menos óbvia, menos prevísivel, mas a capa é uma belezinha.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Pelo título e epla resenha, imaginei que seria bem leve, um para ressaca literária mesmo. Gosto de livros assim quando estou cheia de problemas e preciso distrair a cabeça também, ajuda bastante rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Preciso muito fazer o meu namorado ler esse livro. kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Preciso muito fazer o meu namorado ler esse livro. kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  6. Mari!
    Pelo menos dá para dar boas risadas, e, para mim, apenas isso já vale uma leitura, mas não para agora, tenho livros supostamente melhores para o momento.
    “Se queres prever o futuro, estuda o passado.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
  7. Ei Mary,

    Eu adorei o da Abby, muito fofo. Esse eu quero ler, mas já vi que corro o risco de não gostar tanto também.
    Sinto tanta falta do Skoob e do Goodreads não deixarem partir as notas aff, eu acabo partindo no blog. Mas quando eu quero dar 2,5, como vc citou, no skoob fica 2, sempre jogo para menor rs.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha, Fer, sou mais boazinha, sempre arredondo para cima, rs. Adorei o da Abby tb, mas esse faltou MUITO para chegar aos pés.

      Bjs

      Excluir
  8. Oi, Mari
    O livro ser um pouco previsível ainda vai, mas muito também não me agrada. E um enredo repetitivo também é um saco. Até vi muitos elogios quanto a este livro, mas cada um tem uma visão né.
    Acho que ainda daria uma chance ao livro, quem sabe!

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Achei que seria um livro bom, mas né... o livro parecia mt bom, mas vi q n. Odeio livros óbvios e previsiveis, eu gosto dos q pegam de surpresa, como Garota Exemplar (♥) q eh o meu favorito rs

    Www.cidadedosleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Garota Exemplar é vida! Não haverá outro igual <3

      Bjs

      Excluir
  10. Oie
    Acho que eu já comentei em uns trezentos posts aqui do blog o quanto eu quero ler esse livro kk.E eu estou lendo no momento dois livros meio pesados então já programo ele pra ser minha próxima leitura por que mesmo que o enredo peque um pouco a história continua sendo descontraída.É óbvio que eu estava esperando mais do livro mas pretendo me contentar apenas com o humor que ele possui.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Le, foi esse meu caso, estava esperando mais do livro :(
      Expectativas sempre afundam com a gente :(

      Bjs

      Excluir
  11. Oi Mari,
    Gosto quando um livro nos diverte e desanuvia de uma leitura pesada. Ando travada nas leituras e creio que o meu motivo é dar atenção a dois livros, sempre que faço isso, travo nas duas leituras kkkk...mas já, já vou resolver. Não sei se lereia somente para desanuviar, porque gosto de leituras que me deem uma lição de vida. Mas quem sabe uma hora rola. Eu ia comentar pelo facebook, mas hoje não apareceu habilitado aqui...meu pc bem doido...kkk...boa leituras flor...bjos elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elis, li dois livros ao mesmo tempo poucas vezes, mas sempre que tentei, acabei amando um e odiando o outro. Não consigo ser sugada pelas duas leituras com a mesma intensidade. Portanto, decidi voltar a ler um de cada vez, rs.

      Bjs

      Excluir
    2. Oi Mari,
      Acho que sou que nem você...ahsuasha...decidi ler um de cada vez, se não eu piro...beijos elis!!!

      Excluir
  12. Oi! Gosto de livros que nos relaxa, que nos divertem. Compreendo que um livro talvez precise de algo impactante, como se fosse uma balança, de um lado tem algo mais leve e que vá tirar gargalhadas de você, e do outro tem algo mais sério que te fará pensar. Mas tem alguns livros que me encantam pela sua leveza e pelo seu romance clichê. Não sei se eu leria esse, fiquei com "um pé atrás" quando disse que era previsível, não gosto disso.

    ResponderExcluir
  13. Achei a capa desse livro toda fofinha, e adorei o título, bem coerente com o gênero. Confesso que não sou muito ligada ao chick-lit, exatamente por essa característica um pouco superficial das histórias. Achei interessante o fato de a protagonista passar por uma transformação positiva no decorrer do livro, mas iria me irritar muito com a previsibilidade da história. Além disso, o enredo me deixou um pouco entediada logo de cara, por não possuir nenhum tema mais denso para tratar.

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.