14 de setembro de 2015

CAIXA DE CORREIO #214



Boa tarde, pessoal!

E vamos começar mais uma semana com a Caixa de Correio.

CORTESIAS:


- O ESTREITO DO LOBO – Oliver Truc (Ed. Tordesilhas). Li o primeiro livro que a editora TORDESILHAS lançou do autor e amei. Tenho certeza de que vou gostar muito desse também, mais que pela história policial, os livros do autor valem pela diferença cultural que ele apresenta em suas obras. É fenomenal. A leitura está programada para a próxima semana.
- ZULU – Caryl Ferey (Ed. Vestígio). A VESTÍGIO sempre arrasa nos policiais e estou doida para ler esse. Próxima semana também ;)


- DEZ COISAS QUE APRENDI SOBRE O AMOR – Sarah Butler (Ed. Novo Conceito). Culpada, confesso. Solicitei só pela capa! Hahahaha.


- O MUNDO IMAGINÁRIO DE... e DESTRUA ESSE DIÁRIO EM QUALQUER LUGAR -  Keri Smith (Ed. Intrínseca). Nada melhor que receber presentes, e a INTRÍNSECA vem surpreendendo muito os parceiros. Dessa vez chegou esse kit lindo! ADOREI <3.



COMPRAS:
Ahhhh, compras! A segunda parte dos filmes que comprei chegaram. Gente, estou surtando! Preciso encontrar muitos mais desses vendedores, hahahaha:






LI NA SEMANA QUE PASSOU:
Semana passada não fiz nada além de respirar e ler. Sério, estou cansada, estafada e com olheiras ENORMES, mas valeu a pena, li todos os livros do GRUPO EDITORIAL RECORD que estavam faltando e a resenha de todos eles irá ao ar nessa semana. Ok, duas leituras faltavam apenas finalizar, mas ainda sim consegui ler bastante.


1.     A CASA DAS MARÉS – Jojo Moyes (Ed. Bertrand Brasil)
NOTA NO SKOOB: 3 estrelas
Terça, depois que postei a Caixa de Correio, sentei e resolvi terminar de uma vez A CASA DAS MARÉS. Como vocês sabem, comecei ele ainda na outra semana e demorei a concluí-lo porque não consegui me apegar a nenhum personagem, apesar de ter gostado bastante do enredo. Falei mais do livro na resenha, que foi ao ar na sexta. Cliquem AQUI para conferir.
Na terça à noite li mais um pouquinho do lindíssimo A MENINA QUE CONTAVA HISTÓRIAS.

2.     CORRA, ABBY, CORRA – Jane Costello (Ed. Record).
NOTA NO SKOOB: 4 estrelas
Quarta era 12:30 quando me aboletei para ler esse chick lit magnífico que me fez cair de adoração. Sério, estava com medo de lê-lo, pois li algumas opiniões não tão boas em relação aos livros da COSTELLO, mas eu gostei bastante dessa minha primeira experiência com ela e estou ansiosa para ler os anteriores que foram lançados, que já tenho faz algum tempo. Para mim, esse livro tem tudo que um chick lit precisa: romance, comédia, um assunto sério a ser abordado e, principalmente, um ritmo alucinante que nos leva a uma leitura frenética!
À noite li mais de A MENINA QUE CONTAVA HISTÓRIAS. Gente, eu sofri muito com a leitura desse livro e queria economizar ao máximo para ele não terminar JAMAIS L Então li só algumas páginas dele, porque já estava chegando ao fim, e logo comecei outro livro:

3.     1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR  – Gemma Townley (Ed. Record).
NOTA NO SKOOB: 3
Ainda na noite de quarta, na verdade já era madrugada de 5ª, resolvi começar 1 MILHÃO DE MOTIVOS PARA CASAR, mas foi impossível terminar, afinal, também sou humana e precisava desesperadamente dormir. Continuei na quinta à tarde e apesar de ter o ritmo certo dos chick lit, achei-o um tanto quanto clichê e simplista. Como disse no livro da COSTELLO, para mim, chick lit precisa ter algo mais que romance e humor, é preciso uma abordagem de um tema mais sério, profundo, complexo, o que faltou aqui. A opção da autora foi a de explorar o “patinho feio” que se transformava, e só! Não tinha como ser mais clichê que isso. Porém, foi um livro divertido, mas não uma leitura que eu falei “nossa, que bacana!”.


4.     A MENINA QUE CONTAVA HISTÓRIAS – Jodi Picoult (Ed. Verus)
NOTA NO SKOOB: 5 estrelas + Favorito
Quinta à noite já não tinha mais como prolongar a leitura desse livro, que foi um dos mais magníficos que li esse ano. PICOULT é sempre fantástica e sempre amo seus livros, mas esse, que fala sobre o holocausto, teve um sabor deveras especial para mim, pois como vocês sabem, AMO histórias que remetam à Segunda Guerra, e essa é muito triste, profunda e complexa. Terminei o livro na madrugada e mandei uma mensagem para meu namorado dizendo que estava com o coração dilacerado e não sabia se conseguiria me recuperar do golpe. O super sensível deu risada ¬¬. Mas é sério, esse livro foi um soco no estômago. Já morro de vontade de relê-lo. Queria que todos vocês tivessem a oportunidade de ter contato com essa obra magnífica! Se eu não tivesse tão atrasada e desesperada com as leituras, provavelmente iria sofrer de uma baita ressaca literária. É a resenha que estou mais ansiosa para postar para vocês.

5.     VOCÊ (NÃO) É O HOMEM DA MINHA VIDA – Alexandra Potter (Ed. Record).
NOTA NO SKOOB: 2 estrelas
Sexta à tarde comecei mais um chick lit, que como disse a vocês, precisa ter aquele ritmo que nos faz ler de forma frenética. Sempre que penso no gênero lembro da MARIAN KEYES e na forma como sempre devoro seus livros ENORMES em apenas um dia, pois são impossíveis de soltar, completamente o contrário do que aconteceu com o chato e monótono VOCÊ (NÃO) É O HOMEM DA MINHA VIDA. Não vejo sentido algum em um chick lit ter só romance e comédia, ainda mais quando ele tem lá suas quase 500 páginas, o que é o caso aqui, em que existe espaço de sobra para abordar assuntos profundos e temas complexos, como MARIAN sempre faz. Mas esse livro foi puro “fru-fru”. Um romance insosso, com personagens insossos e que não apresentou NADA de interessante. Aliás, mentira, a única coisa que salvou foram as referências, tanto as artísticas como as cinematográficas foram ótimas, mas foi só! Que livro chato! Que história boba e quanto repeteco. Sim, algumas passagens foram divertidas, mas como disse, sempre espero mais de um chick lit, e esse não teve. Não gostei. Pior, nem o ritmo alucinante de um chick lit de verdade ele teve, afinal, comecei na sexta à tarde, li na sexta à noite, sábado à tarde, sábado à noite e o finalzinho no domingo após o almoço, e a sensação que tive é que não iria acabar NUNCA! Foi um alívio chegar ao fim. Estou arrependida de não ter abandonado ou feito uma leitura dinâmica, assim teria tido tempo para mais livros atrasados ¬¬

6.     À PROCURA DE AUDREY – Sophie Kinsella (Ed. Galera).
NOTA NO SKOOB: 4 estrelas
Domingo, após MILAGROSAMENTE terminar o chatíssimo VOCÊ (NÃO) É O HOMEM DA MINHA VIDA, resolvi ter minha primeira experiência com a KINSELLA, e foi divina! Tenho todos os livros da autora, mas passei a colecioná-los de tanto ver o pessoal falando, nunca antes havia lido nada, e acho que comecei bem, muito bem na verdade. AUDREY me conquistou e amei o livro em absoluto. Não conseguia soltar por nada. Não nego, fiquei frustrada por ver o assunto do bullying ser pouco abordado. Achei que as passagens seriam mais sérias e significativas, achei que o sofrimento da protagonista seria mais evidenciado pelas atitudes que ela sofreu, porém, apesar disso, fui cativada pelo livro e por todos os personagens amalucados nele, principalmente a mãe de Audrey. Sério, fiquei nas nuvens com essa leitura. Na quinta vocês não poder conferir no post de indicação.

7.     PARA ONDE VAI O AMOR? – Carpinejar (Ed. Bertrand Brasil).
NOTA NO SKOOB: 5 estrelas
Ok, devo ser um alienígena, pois nunca tinha tido contato com nada do autor. Após terminar À PROCURA DE AUDREY, resolvi conferir suas crônicas, gênero que adoro e que é ótimo para terminar uma maratona tão intensa quanto a que fiz. Fiquei apaixonada pela leveza das crônicas e pela forma como o autor conseguiu me atingir. Esse também vai para listinha de quero reler e com certeza para a minha lista de autores nacionais que quero todos os livros, o que já estou providenciando pelo Skoob. CARPINEJAR ficará na minha estante ao lado de LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO, MARIO PRATA, HILDA HILST e NELSON RODRIGUES, autores brasileiros que amo e que marcaram minha vida de leitora. Quero mais CARPINEJAR. Estou feliz por ter deixado de ser uma alienígena <3

E foram esses os livros que li na semana que passou. Foi uma maratona intensa, mas que valeu a pena. Claro que ainda estou com livros atrasados, mas vou poder ler de forma um pouco mais relaxada nessa semana. Se tudo der certo, os livros da NOVO CONCEITO serão os lidos dessa semana, afinal, o livro de setembro já chegou e ainda não li nenhum dos de agosto ¬¬. Portanto, maratona NOVO CONCEITO essa semana, rs.

E vocês, o que andaram lendo na semana que passou? Eu sei, eu sei, não leram quase nada porque estavam lá na Bienal para me fazer inveja, néTudo bem, saibam que babei em cada postagem sobre o evento e invejei cada foto. Ano que vem espero conseguir ir e me juntar a vocês, mesmo que todos os livros do mundo se acumulem aguardando a leitura, pois estou em desespero para conferir uma Bienal, que só fui quando era criança e morava em SP. Sim, faz anos, MUITOS anos L


Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Eu li "Sob as cinzas do tempo" e comecei "Perdida", ando estudando muito, então, esses dois já está sendo uma vitória pra mim e você com os seus 7, que vergonha! rsrs
    Nunca fui a uma Bienal, quem sabe ano que vem também vou.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou o único ser dessa galáxia que ODIOU Perdida :S Hahahhaa

      Bjs

      Excluir
  2. A cada de "Dez coisas que aprendi sobre o amor" é realmente muito linda, além do título que já é bem atraente. Respirar e ler, nossa, que vida boa hein! Você leu muita coisa para uma semana, acho que normalmente, isso é o que leio em um mês.
    Também devo ser uma alienígena porque ainda não li nada do Carpinejar. Pelo visto, esse é um livro para se começar a ler sua obra.
    Ano que vem nos vemos na Bienal! Eu também só fui quando era criança e me lembro vagamente. Se eu soubesse que gostaria tanto de ler que nem agora, eu teria dado mais valor aquela época.
    Abraços.

    Minhas Impressões

    ResponderExcluir
  3. Eita Mari!
    Achei que gostava de filmes, mas pelo visto, você gosta ainda mais que eu...kkkk Nossa! Muitos chegaram...
    Adorei suas leituras mas muitas foram medianas.
    Preciso de livros bem estimulantes.
    Terminei a Rainha Vermelha e adorei.
    Agora vou entrar nos da NC também....
    “Se queres prever o futuro, estuda o passado.”(Confúcio)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participem do nosso Top Comentarista, serão 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou louca para ler A Rainha Vermelha, Rudy!

      Bjs

      Excluir
  4. Oi, Mari
    Dez coisas que aprendi sobre o amor eu li só os primeiros capítulos, e espero continuar gostando do livro.
    Você não é o homem da minha vida eu estava bem curiosa para ler, murchei agora com o que você disse dele haha, mas quem sabe eu ainda me anime..rs

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Noooosssaa, quanto DVD! Onde que vc ta comprando? N li nenhum desses livros, mas Dez Coisas Que Aprendi Com o Amor parece ser mt baum ^^

    Www.cidadedosleitores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oie
    Quanta coisa maravilhosa.Adorei esse kit que a Intrinseca te mandou.E meu deus,quantos dvd's ,quero ver arrumar tempo pra ver todos eles.E das suas leituras dois livros que quero muito ler,e já mencionou em outro post,são Corra,Andy,Corra e um milhão de motivos para casar.

    ResponderExcluir
  7. Oi! Todos temos essa culpa nas costas, quem nunca comprou um livro só pela capa? rsrs. Eu já! Quantos filmes comprados, eu também gosto muito de assistir! Entendo quando não dar para se apegar ao personagens, mas pelo menos o enredo foi bom.

    ResponderExcluir
  8. Tuas caixas de correio são sempre tão recheadas! rs
    Adorei as cortesias que tu recebeu, fiquei doida pelos livros policiais, e achei os interativos bem interessantes também. Tu podia passar o link desses vendedores de filmes aí, só uma hipótese rs

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.