10 de maio de 2013

RESENHA: MORTE SÚBITA - J.K. Rowling (Ed. Nova Fronteira)


Oi, pessoal!

Para fechar a semana com chave de ouro, vou falar sobre o comentadíssimo MORTE SÚBITA da J.K. ROWLING, lançado pela NOVA FRONTEIRA. Após ANOS de espera por alguma novidade da autora, ela brindou seus fãs com um livro adulto e uma linguagem completamente diferente da que conferimos em HARRY POTTER.

Nesse momento sou obrigada a perguntar: posso dar nota 11 para o livro?

Morte SúbitaSINOPSE: Quando Barry FairBrother morre inesperadamente aos quarenta e poucos anos, a pequena cidade de Pagford fica em estado de choque.
A aparência idílica do vilarejo, com uma praça de paralelepípedos e uma antiga abadia, esconde uma guerra. Ricos em guerra com os pobres, adolescentes em guerra com seus pais, esposas em guerra com os maridos, professores em guerra com os alunos… Pagford não é o que parece ser à primeira vista.
A vaga deixada por Barry no conselho da paróquia logo se torna o catalisador para a maior guerra já vivida pelo vilarejo. Quem triunfará em uma eleição repleta de paixão, ambivalência e revelações inesperadas? Com muito humor negro, instigante e constantemente surpreendente, Morte Súbita é o primeiro livro para adultos de J.K. Rowling, autora de mais de 450 milhões de exemplares vendidos.

Li muitas críticas negativas sobre esse novo trabalho da ROWLING, porém minha opinião é totalmente contrária a da maioria. Eu AMEI MORTE SÚBITA e assim que terminei o livro morri de vontade de começar a ler de novo.

Obviamente, não podemos comparar esse livro com a série do bruxinho, e isso foi o que mais me fascinou nessa incrível mulher, saber que ela pode escrever de tudo, e que tudo sempre sai maravilhoso e perfeito.

Confesso que quando vi várias informações negativas sobre o livro fiquei com o pé atrás. Tanto que protelei ao máximo sua leitura e me arrependi horrores. Devi tê-lo devorado assim que passou por minha porta.

Acredito que a maioria saiba do que se trata o livro. Em poucas palavras: MORTE SÚBITA vai falar sobre a reação de alguns membros de uma cidadezinha na Inglaterra que se deparam com a morte súbita de Barry Fairbrother, um membro do Conselho da cidade.

O principal motivo de eu ter IDOLATRADO o livro foi por seu lado político. Com a morte do conselheiro, alguns personagens começam suas campanhas para tomar seu lugar. O interessante é que ROWLING vai expondo essas personagens, suas relações familiares e de amizade, seu envolvimento com o trabalho e a sociedade, de forma bastante escancarada, o que acabou por cansar alguns leitores, já que temos páginas e mais páginas com as mais infinitas e detalhadas descrições de tudo. Como eu acho que quanto mais detalhado melhor, fui saboreando cada pedacinho da vida dos conselheiros da cidade, seus pensamentos, suas atitudes e o lado que tomariam.

O mais interessante é que a autora não explora um lado bom e outro ruim dos “políticos”, o que ela faz é expor dois pontos de vista sobre um problema que envolve a cidade. A cidade em questão é Pangford, que anos atrás “ganhou” Fields como parte de suas terras. Fields é um bairro pobre, onde drogados, miseráveis, desempregados e gente que vive de assistência gratuita mora. Além disso, conta com um hospital que trata dependentes químicos. O que parte do Conselho de Pangford quer é incorporar Fields e suas responsabilidades para uma cidade vizinha. Ocorre que Barry (o defunto), era contra isso, e dizia que tinham que manter Fields em Pangford e ajudar a população.

Nessa onda política, ROWLING vai apresentando os mais diversos personagens: dependentes químicos, assistentes sociais, viúvas, vizinhas fofoqueiras, amantes, adolescentes maldosos, personagens que sofrem de TOC, e as mais variadas personalidades que permeiam uma cidade de interior onde todos se conhecem. A vida de cada um desses personagens é bastante aprofundada e enriquece muito a leitura, que conta com cenas de sexo, violência, drogas, bullying, etc. A crueldade de algumas cenas chegam ser chocantes e nos deixam fortemente emotivos.

Mesmo com algumas atitudes completamente erradas de alguns personagens, era impossível não sentir empatia, ou até mesmo pena, por eles. Algumas palavras e situações chegaram a me doer no coração enquanto lia.

Fiquei fascinada com a forma como ROWLING conseguiu explorar tantas personalidades e ainda assim inseri-las no contexto principal: o político. Outro ponto que me deixou de queixo caído foi ver que a política nas cidadezinhas da Inglaterra não diferem muito da política das cidadezinhas brasileiras. Como muito sabem, moro em uma cidade com menos de 7 mil habitantes e na época da política vivemos situações muito parecidas e algumas até piores e mais cruéis das que a autora escreveu em MORTE SÚBITA. Talvez por vivenciar de perto a premissa tão realista que a autora explorou, sou obrigada a perguntar novamente: posso dar nota 11 para o livro? Porque é essa a nota que ele merece, e é por isso que está entre meus favoritos.



FICHA DO LIVRO

MORTE SÚBITA
J.K. ROWLING
Editora: NOVA FRONTEIRA   
Ano: 2012                   
Nº págs: 512
Gênero: Drama

Cortesia da editora para resenha 





Comente com o Facebook:

21 comentários:

  1. Interessante!
    Gostei da tua visão desse livro que só li criticas negativas!
    Acho que a perspectiva de uma escritora famosa mudar de rumo assusta o leitor!
    Eu acho isso fantástico!

    Procurarei para ler! Valeu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Venha visitar meu blog sobre livros e series: www.culturaviciante.blogspot.com

      Excluir
  2. Realmente só tinha lido coisas ruins desse livro, até uma amiga, a qual respeito muito a opinião dela, me disse que de maneira nenhuma tinha achado o livro ruim, muito pelo contrário. Ela é de opinião de que o subconsciente das pessoas esperavam ver uma narrativa potterana no livro, e sabemos que não é o que acontece. Acredito que até isso tenha sido proposital por parte da autora.
    Eu confesso que ainda não tive oportunidade para ler. Aqui ainda está bastante caro e o frete pra cá é absurdo de caro. Mas tenho certeza de que lerei esse livro assim que for possível.
    Gostei MESMO da resenha!!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Uau, agora fiquei com vontade de ler! Ganhei o livro, mas depois de ler tantas resenhas negativas sobre, fiquei desanimada para ler. Mas agora estou pensando em dar uma chance, afinal, é a J.K Rowling, né?
    Bjs!
    http://respiramoslivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ai Mari eu li esse livro, mas não curti nadinha acredita que passei o mês inteirinho para lê-lo? Nunca demorei tanto para ler um livro.
    Mas fico feliz que tenha gostado, é horrivel ler algo que não se gosta. Entretanto uma coisa tenho que concordar com você a Diva escreveu algo totalmente diferente, tão diferente que é quase impossível associarmos esta autora com a mesma de Harry Potter... Diva mesma, versátil.

    bjs.
    Camila Márcia
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
  5. Nossa, eu amo Rowling e seus livros bem escritos, também ouvi críticas sobre o livro, negativas... e discordo assim como você. Amei a resenha, parabéns! Já amei o blog e estou seguindo ! - Beijos

    http://mundoda-resenha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Já li criticas positivas e negativas sobre esse livro, mas sempre me lanço mais nas positivas. HAHA Gosto de ter as minhas opiniões sobre, e começar ler um livro achando que vai ser ruim não dá né? rs Faz um tempinho que to louca pra ler esse livro, não compro porque ele tá caro pra mim. :( Já comprei um monte, tem uma fila imensa pra ler. Mas ele parece ser realmente bom e vou fazer fazer charminho pra ganhar, pena que meu aniversário tá longe. ;/ kk

    ResponderExcluir
  7. Eu queroo muito ler esse livro, só ouço bons comentários sobre ele.
    Vou adquiri-lo em breve :))

    ResponderExcluir
  8. Fiquei curioso!
    Além de ser um livro da J.K,
    foi aprovado e comprovado pelo blog que é bom.




    Confiarei no gosto de vocês. o/

    ResponderExcluir
  9. GSTO DE LIVRO DE SUSPENSE,AINDA NAO LI UM LIVRO DESSA AUTORA....MAIS INTERESSANTE.

    ResponderExcluir
  10. Não sei pq mas esse livro não conseguiu despertar meu interesse, mesmo vendo por ai mil resenhas dele e nada da vontade de ler aparecer.

    ResponderExcluir
  11. Eu li o livro esse ano (foi a minha primeira leitura do ano) e fala sério, esse livro é muito bom. J.K.Rowling se superou e esfregou na cara das pessoas que falam que ela é usada pelo demônio, para escrever coisas de feitiçaria/bruxaria, ela abordou vários fatos e problemas que nossa sociedade atual enfrenta hoje em dia, eu amei o livro a edição (Nova Fronteira está de parabéns), amei a narrativa a diagramação, tudo.

    Gostei da resenha :)

    http://momentoliterario1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. o livro é mesmo incrível.. ele é cortante e 'emocionante' o tempo inteiro, mas o melhor do livro são os personagens, muito bem construídos, é um livro pra quem gosta de mergulhar nas pessoas envolvidas na história, não é pra quem só quer uma história eletrizante a cada página... vale a pena ler (MUITO!!)

    ResponderExcluir
  13. Gostei da sua opinião, vou vou lembrar dela na hora de comprar! rsrs
    restribui a visitinha ? www.searrumandocomagente.blogspot.com.br

    beijos!

    ResponderExcluir
  14. Adorei!! Estou lendo esse livro a 1 semana,estou adorando,apresar dele não ser para minha idade C:

    ResponderExcluir
  15. gente lé que este livro e muito bom estou fazendo um trabalho sobre j.k. Rowling e esta autora merece tudo de bom e este pessoa que falou mal deste livro não sabe ler tem que voltar para escola.
    adorei sua resenha muito boa mesmo

    ResponderExcluir
  16. Você recomendaria esse tipo de livro para crianças e/ou adolescentes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, acredito que esse livro da Rowling deva ser apreciado por um público mais maduro.

      Bjs

      Excluir
  17. Acho que gosto não se discute. Já indiquei o livro pra várias pessoas porém, muitas refutam pela imagem negativa.

    O livro é muito bom e o tema abordado é atualíssimo. Pra quem vive fazendo propaganda de como é boa a vida das pessoas no primeiro mundo, como lá as coisas funcionam melhor e que as pessoas são mais inteligentes e educadas claro, o livro é um choque.

    ResponderExcluir
  18. Eu amo os livros de JK Rowling, gosto muito do Animais Fantásticos e Onde Habitam , conhecia o livro, eu li faz muito tempo e é um dos meus preferidos. O filme Animais Fantásticos e Onde Habitam é um dos meus preferidos. Li o livro em que esta baseada faz alguns anos e foi uma das melhores leituras até hoje.

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.