19 de dezembro de 2015

RESENHA: TRILOGIA ANÔMALOS - Bárbara Morais (Ed. Gutenberg)



Oi, gentes!

Eu iria postar as resenhas dessa trilogia durante a semana, uma por dia, mas resolvi fazer um post só para comentar, do contrário teria que ficar me repetindo muito nos elogios. Estou falando da TRILOGIA ANÔMALOS da BÁRBARA MORAIS, lançado pela editora GUTENBERG.

A Ilha dos DissidentesA ILHA DOS DISSIDENTES
BÁRBARA MORAES
Editora: GUTENBERG              
Ano: 2013
Nº págs: 304
Gênero: Distopia

SINOPSE: SER LEVADA PARA uma cidade especial não estava nos planos de Sybil. Tudo o que ela mais queria era sair de Kali, zona paupérrima da guerra entre a União e o Império do Sol, e não precisar entrar para o exército. Mas ela nunca imaginou que pudesse ser um dos anômalos, um grupo especial de pessoas com mutações genéticas que os fazia ter habilidades sobre-humanas inacreditáveis. Como única sobrevivente de um naufrágio, ela agora irá se juntar a uma família adotiva na maior cidade de mutantes do continente e precisará se adaptar a uma nova realidade. E logo aprenderá que ser diferente pode ser ainda mais difícil que viver em um mundo em guerra.


A Ameaça InvisívelA AMEAÇA INVISÍVEL
BÁRBARA MORAES
Editora: GUTENBERG              
Ano: 2014
Nº págs: 320
Gênero: Distopia

SINOPSE: O cerco se fecha contra os anômalos e o cotidiano nas Cidades Especiais começa a mudar. De início, o direito de ir e vir é privado, e a isso se seguem outras medidas restritivas, o que inspira uma rebelião e deixa a situação a um passo de uma guerra civil. Em meio a diversas facções, que defendem ideologias e métodos diferentes de fazer justiça, cada vez é mais difícil enxergar a situação com clareza, e Sybil tem pela frente novos desafios, que põem à prova suas convicções. Em situações desgastantes e por vezes desesperadoras, ela e seus amigos sentem na pele uma grande ameaça, mas não conseguem perceber quem é e onde está o verdadeiro inimigo.


A Retomada da UniãoA RETOMADA DA UNIÃO
BÁRBARA MORAES
Editora: GUTENBERG              
Ano: 2015
Nº págs: 320
Gênero: Distopia

SINOPSE: Depois do atentado que ficou conhecido como Massacre Amarelo, a situação em toda a União está crítica. Para a maioria das pessoas, Sybil está morta. A tensão entre humanos e anômalos é palpável, e Fenrir se apodera da fraqueza de seus semelhantes para se intitular o herói da revolução. Com a ajuda de novos e velhos aliados, Sybil resgata seu passado ao mesmo tempo em que tenta conquistar um futuro diferente para seus iguais. Peça-chave no plano para deter os principais inimigos do Estado, a garota se encontra em meio a um jogo político abarrotado de intrigas e mortes. Prepare-se para desvendar os maiores e piores segredos que estão por trás do desfecho desta eletrizante trilogia.



Sempre vi muitos blogueiros falando da BÁRBARA e de seus livros, mas ainda não tinha começado a ler essa série distópica. Mês passado resolvi que era hora de mudar isso e solicitei o primeiro volume com a GUTENBERG, pois queria ver se iria gostar. A editora foi muito linda e me mandou os 3 livros de uma só vez! Vibrei de felicidade e essa semana resolvi começar a leitura, a qual me assombrou!

Ao começar o primeiro volume já fui sugada pelo universo que BÁRBARA criou e fiquei completamente apaixonada pela protagonista, que não nego, me lembrou muito Percy Jackson por suas habilidades com a água, e provavelmente por isso foi que amei tanto esse início da história, pois consegui perceber várias referências em A ILHA DOS DISSIDENTES, e ao mesmo tempo percebi situações completamente inusitadas e uma ideia maravilhosa e original por trás de tudo. Sim, terminei o primeiro livro em verdadeiro êxtase!

Com A AMEAÇA INVISÍVEL e A RETOMADA DA UNIÃO não foi diferente. A cada pagina eu soltava um palavrão e considerava a trilogia cada vez mais excelente. Confesso que tive certa preferência pelo primeiro e terceiro livros, afinal, o fechamento foi magnânimo, mas, o que me assombrou mesmo durante essa leitura foi o talento fascinante da BÁRBARA. Quando fechei A RETOMADA DA UNIÃO só conseguia pensar o quão injusto foi a talentosíssima blogueira BÁRBARA MORAES ter nascido em terras brazucas. Não tenho dúvida de que se ela fosse gringa, sua trilogia teria ganhado o mundo e as telas do cinema, porque, sim, excelência para isso existe! É uma pena que um talento tão gigante e uma história tão excepcional ainda não tenha ganhado milhões de fãs ao redor do planeta.

Injustiça à parte, o que podemos fazer é admirar essa grande escritora que BÁRBARA é e torcer para que a TRILOGIA ANÔMALOS consiga ganhar o mundo, pois será merecido. Parabéns a BÁRBARA pela excelente história, parabéns a GUTENBERG por ter apostado nesse magnífico lançamento. Faltam-me palavras para dizer o quanto gostei de cada um dos volumes dessa trilogia.


Se você está na mesma situação que eu, atrasado em relação a essa leitura, pode parar o que estiver fazendo e apostar as mais altas fichas nela. Prazer garantido! <3


Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Oi Mari, tudo bem? Em minhas andanças por blogs e pesquisas de livro, já tinha ouvido falar dessa trilogia. Mas vc trouxe uma perspectiva sobre eles que ainda não tinha visto. Amo distopias, e com certeza agora depois de ler sua resenhas, vou add ela na minha lista. Parabéns pelo blog!
    Beijo
    http://www.blogleituravirtual.com/

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

* Deixe seu comentário e me faça feliz :D
* Se você tem um blog, não esqueça de deixar o link.